terça-feira, 21 de julho de 2015

Entrevista - Leitura & Cia


Pessoal, vocês já visitaram o Blog Leitura & Cia?
Pois visitem! Além de muita coisa bacana sobre autores nacionais, resenhas, indicações de livro e eventos literários, tem entrevista comigo por lá!

Visitem e deixem seus comentários. Clique no link abaixo:

Entrevista - Conversando com o Autor Thiago Assoni

domingo, 12 de julho de 2015

La Despedida...

 


As coisas boas acontecem com o tempo, mas as melhores... Ah, as melhores acontecem de repente!
   Nunca pude imaginar que faria uma viagem daquela, ficar duas semanas na casa de alguém que eu conhecera uma noite antes da partida pela internet. A minha vida mudou completamente no momento em que eu te disse oi, aquele sorriso que surgiu pela webcam me desmontou e eu já sabia: eu estava apaixonado!
   Loucamente apaixonado fiquei com o passar dos dias ao seu lado. Andamos por toda cidade, paramos na praça e fumamos. Rimos muito com os programas de comédia da MTV e ainda mais quando tentávamos reproduzir as brincadeiras que víamos pela TV. Compras no mercado, o macarrão com queijo feito depois da meia noite... Ah, tudo aquilo que se foi e não posso mais ter de novo.
   Viver de passado é uma maldição, um vício que destrói o coração, um veneno que mata lentamente... Entendi isso claramente quando já era tarde demais, quando você já havia entrado em minha vida acabando com minhas defesas. Não compreendo como este amor louco pode ser tão mortal e, ainda assim, me fazer tão bem, me fazer sentir tão vivo. Você rouba cada pedaço de força em mim, não sei bem o que fazer nessa situação de partir o coração...
   Contigo eu me sinta nas alturas. E quanto mais alto você me levava, pior era o tombo quando você ia embora. Precisava me fortalecer em atitudes medíocres para tentar te esquecer, ficar chapado o tempo inteiro para não lembrar... Do céu ao inferno em segundos... Como posso amar algo como você?
   Não podemos escolher, mas, ainda que eu pudesse... Seria você, da mesma forma. Mesmo sabendo do efeito colateral, mesmo sabendo de tudo o que vivi... Eu viveria tudo de novo.
   Agora estou de longe, vendo sua vida perfeita com o seu par perfeito... Que ironia do destino, não? Deixei de lado quem me amava para amar alguém que nunca me amou... Talvez seja castigo, castigo merecido...
   E eu ficarei aqui, quem sabe eu te espere ou acorde antes do fim. Mas, de qualquer forma, ainda teimo em pedir ou quase implorar: beije-me uma última vez antes que eu morra.