quarta-feira, 4 de julho de 2012

Pressa...


Eu tenho pressa...
Não posso ficar aqui parado
Esperando o “depois” que nunca vem.
Eu tenho ânsia!
Não quero ver o tempo passar
Sem ouvir uma resposta que seja.
E eu ainda me pergunto:
O que aconteceu com a gente?
Em que momento a gente se perdeu?
Toda aquela conversa de que seria diferente...
Utopia... Devaneio...
E eu tenho pressa.
Mas isso já não me importa mais.
Ai de mim!
Que acreditei de novo em tão belas palavras.
Vazias...
Agora, ei de pedir desculpas...
Desculpa por me doar inteiramente
Desculpa por me dedicar
Desculpa por tentar ser alguém que pudesse lhe fazer bem
Desculpa!
E as desculpas são a mim mesmo!
Preciso desculpar-me a mim por ser tão tolo!
Desculpar a mim por deixar meu coração aberto.
Desculpar a mim por me fazer sofrer de novo
Por perder meu tempo.
Eu era terreno limpo
Pronto para edificar você
Mas como edificar
O que é só escombro?
Como erguer a ti, esquecendo-me de mim?
Mas não me arrependo.
É preciso sentir o amargo
Para apreciar o que é doce.
E eu me perdoo por isso.
E continuarei assim
Apressado
Tropeçando e caindo
Levantando e seguindo.
Me machuco e curo
Choro pra sorrir
É preciso primeiro a chuva
Pra surgir um arco-íris.
É minha pressa que me faz andar com calma.
Mas sem perder e nem deixar o tempo passar
E eu perdi meu tempo
Me dando, recitando poemas...
Tentando levar você pro mundo...
Para o meu mundo.
Mas não há amor pra quem não sabe Amar.
Não há caminho pra quem não quer caminhar.
Fui até onde pude ir pra te resgatar...
Pra me resgatar.
Mas a vida me fez um grande favor.
“Me fez sempre pronto pra viver um novo Amor”
Por que eu tenho pressa...
Pressa de viver e Amar...
Me Amar!


18 comentários:

  1. OK ... o que foi isso O___O
    Você por um acaso deu pra ler mentes agora ?!
    Isso foi simplesmente, "simplesmente" não!
    Eu não sei como elogiar o que acabei de ler, estou estasiada e maravilhada como sempre!!!

    Voltando a dar as caras por aqui!!! ^_^

    ResponderExcluir
  2. Digo o mesmo que a Natasha, como dizem na igreja: irmão, essa palavra foi pra mim!!! Andei vivendo uma situação parecida, e ainda estou nela... Parabéns Tiago, mais uma vez mandou bem! Continue dividindo sua experiências conosco através desses textos. vou compartilhar até, e tomara que outros leiam tbm.

    ResponderExcluir
  3. Ler e ouvir Clarice Lispector ( na voz de Aracy Balabanian) me faz isso... ^^

    ResponderExcluir
  4. Po lindo hein, e digamos que é pura verdade, ás vezes temos que pensar mais em nós, pois se pensarmos mais nos outros, acabamos nos esquecendo e deixando o tempo passar sem nos conhecermos, e será que ao ajudar essa pessoa, ela ajudará nós que ajudamos ela? Então vamos nos amar mais, já vi essa frase sempre: Temos só uma vida, então bora curtir e não se arrepender do que fez, pois se você fez que porquê já estava com vontade de fazer.

    ResponderExcluir
  5. Porra.. gostei cara. Este texto descreve muito bem e com detalhes o que agente sente ao ser decepcionado por uma vadia.

    ResponderExcluir
  6. Seerj ( anônimo acima )
    Uhuuu... Vadia?
    hehehehehehe

    ResponderExcluir
  7. Gostei do seu texto...Já sofri por amar alguém que nunca reconheceu nada que fiz por ele,como enviar convites via internet pra conversar,muitas vezes fui rejeitada por ele,estive apaixonada pela mesma pessoa uns 5 anos,esperando que algum dia falasse comigo,como amigos,era só isso que eu queria,quando resolvi falar o que sentia por meio de uma carta,(porque sempre fui muito tímida,srrss)que gostei dele muito tempo,fui rejeitada,nem quis saber,disse que ragos minha carta e nem leu...Na escola nem me cumprimentava,o pior foi que soube que me xingava pelas costas,isso me magoou,não precisava ter chegado a tanto..Até hoje não entendo porque fez isso...Atualmente quando o vejo,cumprimento um oi,tudo bem,se ele falar 1º,mas não passa disso,ele nem sequer olha direito nos meus olhos,não sei dizer se é vergonha,ou outra coisa.Mas já desisti..afinal tenho que dar valor,em quem me dá valor...ele não combina nada comigo,não sei como me apaixonei por ele,kkkkkk...éhh..coisas do coração,não explicamos,sentimos.
    Seu blog é 10!Continue postando,que quando tiver um tempinho passo por aqui.^^

    ResponderExcluir
  8. Você está inspirado em que? Posso pressupor que tem a ver com Cicatrizes rsrsrs lembra disso neh?

    ResponderExcluir
  9. Sabe o que é mais magico em ser escritor? (amador, mas eu, você, o Diogines [saudade dele] somos escritores.) Enfim, é escrever a dor da gente, e no fim saber que é a dor de muita gente,que sabemos falar pelo povo*.
    O bom escritor, fala pelo publico e fala com o publico, e fala para o publico...
    Thi, seu talentoso. Deixe espeço no pequeno mercado para nós.

    ResponderExcluir
  10. Angelarium Hypnose4 de julho de 2012 20:21

    Como poderia descrever ?Palavras sensatas de grandes devaneios !! Admirei-me Pois sempre gostaria de ouvir de ti , belas palavras que se tornassem poemas . Olha moço eu gostei e muito.. Jamais pensei que palavras tão fortes sairiam assim de Ti .. Espero que continue ..Pois sua caminhada será longa e vc sabe disso ..Digno de meus parabéns . Pois tambem sou aquele que sou apaixonado por poemas !!

    ResponderExcluir
  11. Thiago, espetacularmente lindo!
    Fiquei sem palavras!

    ResponderExcluir
  12. Honrado estou eu de ler tais comentários.
    Não é um poema... É só um texto...
    Não sou um escritor... Sou um contador de estórias minhas... Histórias quase póstumas! É morrer em um escrito, para reviver em outro - como diria Clarice.
    Aliás, Clarice... O que seria de mim sem ti, Clarice? Cada linha que leio tua, um texto nasce em mim. Talvez eu entenda tudo o que vinha de dentro de ti, Clarice... Somos Sagitarianos, sentimos do mesmo fogo arder em nossas veias...
    Obrigados vocês pelos comentários e os minutos perdidos em visita ao meu Blog!
    Serão sempre muito bem vindos! Todos os que já comentaram e os que hei de comentar. Obrigado, obrigado, obrigado!

    ResponderExcluir
  13. Muito interessante... Profundo, musical, etéreo... enfim... ÚNICO !!!

    ResponderExcluir
  14. Não agradeça. Deixa que eu faço isso!!!!!
    Belo! Muito belo!

    Sem as preocupações das técnicas, apenas sentimentos. A sensação que tenho é que as palavras vieram voando, como pássaros, cada uma de uma direção e pousaram em vc. E vc transpôs.

    De novo: belo! Muito belo!

    Bjo.

    ResponderExcluir
  15. Muito bom!

    Sábia escolha de palavras, bela forma de expressão!

    Durante a leitura é possível sentir dor... Um aperto no peito!

    Parabéns pelo texto e pelo Blog.
    Abrçs

    ResponderExcluir
  16. Thiago, Laércio, Erick ( o segundo anônimo dos coments)
    Muito obrigado! ^^

    ResponderExcluir